Revista Discente Eletrônica da pós-graduação em História da Universidade Federal de São Paulo

Número 4 - Volume 2 - Julho/2018

NÚMERO 4 - VOLUME 2 - JULHO/2017

 

Número completo - Hydra vol.2 n.4  

 

Editorial

Editorial

 

Apresentação

Apresentação - João Paulo Pimenta  

 

Dossiê "História do Tempo no Brasil"

 

Os reformismos ilustrados português e espanhol: propostas para a compreensão de transformações comuns sob o prisma discursivo do “tempo” (c.1750 – c.1807)  

Mariana Ferraz Paulino

 

Épico império: a questão dos tempos históricos em Caramuru

João Gabriel Covolan Silva

 

Uma análise do tempo na música popular brasileira: o álbum Alucinação (1976), de Belchior

Larissa Albuquerque

 

As formas do tempo no pensamento geográfico: A história como possibilidade em Por uma Outra Globalização

Lucas da Costa Mohallem

 

“Bomba explode na cabeça estraçalha ladrão / fritou logo o neurônio que apazigua a razão”: análise das temporalidades e de suas quebras em Branco sai, preto fica (2015), de Adirley Queirós  

Lievin de Souza Britez Pontes Miguel

 

Artigos livres

 

A beleza aristocrática na Pompéia Romana por meio das pinturas parietais  

Gabriela Isbaes

 

Memória e sítios de consciência: disputas sobre a ditadura civil-militar (1985-2017)

Juliana Marques do Nascimento

 

Herança autoritária e a “estadania”: o Estado brasileiro, a “questão social” e o horizonte do possível de uma agenda progressista nacional

Gabriel Duarte Costaguta e Daniel Machado Bruno

 

Notas de Pesquisa

 

Entre o demônio e a Divina Providência: o sobrenatural no processo de cristianização dos nativos na crônica jesuíta (Missões de Chiquitos, fim do XVII e início do XVIII)

Juan Pablo Isoton de Santana

 

“Vivendo em pecado”: concubinato de escravos no maranhão colonial  

Raylane Ramos Gomes

 

Os militares de El’Rey: um estudo das tropas militares presentes na Capitania da África Oriental Portuguesa no último quartel do século XVIII  

Bruno César Pereira